Previsão de chuva preocupa moradores que recém voltaram para casa em Porto Alegre; ruas ainda têm lixo acumulado

  • 12/06/2024
(Foto: Reprodução)
Volume acumulado previsto para cair entre sábado (15) e terça-feira (18) pode chegar a 120 milímetros. Prefeitura pede que população não descarte lixo a partir de sexta (14). Lixo acumulado em rua do bairro Sarandi, em Porto Alegre Reprodução/RBS TV A previsão de chuva a partir do final de semana em Porto Alegre e região preocupa moradores que recém voltaram para casa, após as enchentes de maio. Segundo o governo do estado, o volume acumulado entre sábado (15) e terça-feira (18) deve ser entre 70 e 120 milímetros – semelhantes às médias previstas para todo o mês de junho. 📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp No bairro Sarandi, na Zona Norte da capital, 26 mil pessoas e 8,1 mil imóveis foram afetados pela cheia. "Muito desesperadora a situação. Nós estamos com medo da chuva, porque, pelo que consta, vai ser uma chuva bem volumosa", diz a vendedora Emiliane Salazar. A moradora relata que ainda há lixo nas ruas e teme que o acúmulo de resíduos bloqueie os bueiros e cause novos alagamentos. "São muitos dejetos. De noite, o cheiro é insuportável, porque está tudo misturado. É lixo, é armário, é cama, é roupa, é tudo. E o que a gente teme? A gente teme que esse material vá pro esgoto, venha a entupir e cause outra enchente", afirma Emiliane. Túnel por onde passageiros chegam a trens é drenado Terminal de cargas do aeroporto abre para veículos de transporte A Prefeitura de Porto Alegre afirma que reforçou a limpeza da região. No entanto, o prefeito Sebastião Melo (MDB) observa que o trabalho é dificultado por fatores como o tamanho do bairro e a necessidade de pessoal e máquinas. A orientação da prefeitura é para que, a partir de sexta-feira (14), a população não coloque lixo para recolhimento nas ruas. "A orientação que nós queremos passar aos nossos moradores é que, a partir de sexta-feira, não coloque mais lixo na rua até baixar a chuva, porque já tem muito lixo na rua. Então, nós vamos trabalhar, não vamos parar nem na chuva", diz Melo. Polícia indicia empresa por mortes de animais após inundação Caxias do Sul tem reservatórios de água para prevenir alagamentos Farinha acumulada em rua do bairro Sarandi, em Porto Alegre Reprodução/RBS TV Também no bairro Sarandi, a farinha de uma fábrica de pães e bolo bloqueia parte de uma rua. O produto precisou ser retirado da empresa após os alagamentos. "Estão há 15 dias já, eram 25 toneladas de farinha. Então, a gente precisa que a prefeitura tome atitude e retire para nós, para liberar a passagem", pede Marcelo Silva, gerente de produção da empresa. Novos garis começam a trabalhar hoje na limpeza de ruas e avenidas de Porto Alegre Sistema de drenagem Na terça (11), a prefeitura reuniu servidores do Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE), Guarda Municipal e Defesa Civil para planejar as ações preventivas. Equipes devem atuar nas casas de bomba para atender em eventuais casos de falta de energia. Outro ponto previsto pela prefeitura é a limpeza das "bocas de lobo", por onde a água ingressa nos bueiros, para evitar que as redes de drenagem fiquem obstruídas. Contudo, o prefeito não descarta o registro de problemas em razão do volume de chuva. "Não tem como limpar todas as redes e todas as bocas de lobo em um período tão curto, não tem como. Então, nós estamos focando (...) de que também você possa retirar o lixo desses locais onde tem cota baixa e limpeza de boca de lobo, mas é uma chuva que tem previsão de mais de 100 milímetros. Então, nós vamos ter problemas", afirma Sebastião Melo. A atualização mais recente da Defesa Civil aponta que os temporais de abril e maio deixaram 175 mortos em todo o Rio Grande do Sul. Além disso, 17 pessoas morreram de leptospirose, após contato com água contaminada. Ao todo, 38 pessoas estão desaparecidas. A cheia afetou 2,4 milhões de pessoas em todo o estado, com impactos em 478 dos 497 municípios gaúchos. VÍDEOS: Tudo sobre o RS

FONTE: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2024/06/12/previsao-de-chuva-preocupa-moradores-que-recem-voltaram-para-casa-em-porto-alegre-ruas-ainda-tem-lixo-acumulado.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes